“Vontade, Vontade e mais Vontade!” como me dissera a mestra, Esperanza Guisán.

LIEBSTERBLOGAWARD MLD

varbak.com

       Salomão e a Formiga Determinada

 Parábola do poeta persa, Attar (1150-1220).

Fábulas Filosóficas” – Michel Piquemal e Philippe Lagautrière

Conta-se que, um dia, o grande rei Salomão passeava por um lugar retirado, quando passou diante de um formigueiro. Imediatamente, todas as formigas vieram  cumprimentá-lo, assegurando a sua submissão.

Entretanto, uma delas o ignorou, porque estava ocupada em transportar, grão por grão, um enorme monte de areia que estava em seu caminho.

Espantado com o que via, Salomão mandou chamá-la e lhe disse:  _ Ó pequena formiga, você jamais vai conseguir fazer essa montanha de areia desaparecer. Esse encargo que você assumiu não está à altura de suas forças.

Então, a formiga fez uma reverência e replicou: _ Ó grande rei, não se deixe impressionar pelo meu tamanho. Só a minha paixão e o meu esforço é que contam. (…) Aprenda de uma miserável formiga o que pode a força de vontade.

Anúncios

2 Comentários (+adicionar seu?)

  1. MariaDario
    nov 28, 2012 @ 21:22:53

    Obrigada! A propósito, seus elogios me trazem muita força, me fazem mais confiante à hora de ensinar meus pimpolhos, Profa. Helena. Seja bem-vinda.

  2. Helena Villar Janeiro
    nov 28, 2012 @ 16:50:51

    Estupendo relato cun contido moral que non empequenece o seu valor literario. As crianzas deben ler estas cousas que lles gustan e, ao mesmo tempo, as educan en grandes valores dos que a nosa cultura parece disposta a prescindir. Adorei.