Política. Chacina em CAMPINAS.SP – 12 mortos em uma noite. O SILÊNCIO DOS LEGISLADORES ME INDIGNA!

O SILÊNCIO DOS LEGISLADORES ME INDIGNA!

Chacina em CAMPINAS.SP – 12 mortos apenas nessa noite que passou. Em seguida, mais um ‘dia de fúria’ contra ônibus da cidade.

Acerto de contas entre facções criminosas rivais? Retaliação contra o assassinato de um policial militar no final de semana? Estas são as duas principais linhas de investigação da Delegacia de Polícia de Campinas, com intervenção do Governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), e do Prefeito de Campinas, Jonas Donizette (PSB).

Não mencionarei os casos que têm acontecido desde que o ano começou. Apenas quero focar a atenção nessa madrugada, de 12 para 13 de Janeiro de 2014 e manifestar a minha indignação contra o silêncio dos legisladores do meu estado, São Paulo, e da minha cidade, Campinas, em função de um índice tão elevado de criminalidade. Não deveriam ter Projetos de Lei, que zelassem pela segurança dos cidadãos, para ser votados? Por que não aparecem para dizer algo à sociedade? Onde estarão?

http://g1.globo.com/sp/campinas-regiao/noticia/2014/01/madrugada-violenta-em-campinas-deixa-mortos-na-regiao-do-ouro-verde.html
Campinas.SP/ g1.globo.com/ 13012014

Campinas.SP/ g1.globo.com/ 13012014

Atualização em 30-01-2014:

Cinco policiais do 47 Batalhão da Polícia Militar de Campinas foram detidos ontem, por um mês, acusados de terem praticado a chacina em Campinas.SP, como retaliação à morte de um colega, morto em um posto de gasolina durante um assalto. Os cinco estavam de folga na noite dos crimes e são chamados popularmente de ‘Grupo de Extermínio’, aqueles que fazem justiça pelas próprias mãos. Céus!

http://www.brasil247.com/pt/247/sp247/128591/Cinco-policiais-s%C3%A3o-presos-por-chacinas-em-Campinas.htm

Anúncios

2 Comentários (+adicionar seu?)

  1. MariaLDário
    jan 13, 2014 @ 16:46:16

    Obrigada pela sua solidariedade, Profa. Helena. Infelizmente, o Brasil está se convertendo em uma ‘terra sem lei’. Um beijo.

  2. Helena Villar Janeiro
    jan 13, 2014 @ 16:29:49

    Canto lamento, prezada Profa. que pasen estas cousas. Unha aperta e oxalá teña unha rápida solución.