Filosofia da Arte. ¨Hora que passa¨ (Florbela Espanca)

Vejo-me triste, abandonada e só Bem como um cão sem dono e que o procura Mais pobre e desprezada do que Job A caminhar na via da amargura! Judeu Errante que a ninguém faz dó! MinhR…

Fonte: Hora que passa (Florbela Espanca)

Anúncios

Comentários desativados.