Chamemos a coisa pelo nome: pilhagem, rapinagem, espoliação! — Blog da Boitempo

Por Felipe Brito / “Chamemos logo a coisa pelo nome: pilhagem, rapinagem, espoliação! Vidrados e agarrados a essa coisa, os endinheirados e poderosos no Brasil insistem na tese segundo a qual o orçamento público do país não comporta a Constituição Federal de 1988 – o que, conforme já registrado, significa assumir, na prática, que uma enorme massa de mulheres e homens não cabe no Produto Interno Público (PIB) brasileiro. Nada além de uma monstruosa coerência com as coordenadas de uma formação social estruturada sobre séculos de escravidão, rapinagem de recursos naturais, que naturaliza o extermínio da juventude negra, pauperizada e moradora de favelas.”

via Chamemos a coisa pelo nome: pilhagem, rapinagem, espoliação! — Blog da Boitempo

Anúncios

Comentários desativados.