A Lenda da Vitória-Régia

Antropologia

 Pensando nas HISTÓRIAS, COSTUMES e TRADIÇÕES de cada povo e país.

A Lenda da Vitória-Régia

Havia uma índia, jovem e bonita, chamada Naiá, filha de um chefe indígena. Sabendo que a Lua era um guerreiro, por ele, ela se apaixonou. Todas as noites, por muito tempo, subia as colinas e perseguia a Lua na esperança de que a visse e a transformasse em estrela. Porém, a Lua não notava a sua presença e Naiá chorava de tristeza. Uma noite, a jovem chegou à beira de um lago e viu nas águas a imagem da Lua refletida. Ficou radiante. Acreditando que a Lua teria vindo buscá-la, atirou-se em suas águas profundas e nunca mais foi vista. Penalizada com o destino da bela índia, a Lua recompensou seu sacrifício, transformando-a em uma estrela diferente, em uma ‘estrela das águas’, que é a vitória-régia. A vitória-régia, planta amazônica, possui uma enorme folha e suas flores, ora brancas, amarelas, roxas, lilases ou rosas, abrem-se somente à noite, exalando um perfume delicado e agradável.

Origami & Folclore. São Paulo, Êxito, 2003.

Anúncios

Comentários desativados.