‘Cientistas recriam DNA de homem morto há 200 anos.’ — EXAME

Não chega a ser uma versão humana de Jurassic Park, mas está quase lá. O DNA de um homem que morreu na Islândia em 1827 foi parcialmente recriado em laboratório a partir dos genes “disponíveis” em 182 de seus descendentes. O escolhido para voltar à vida, ainda que em escala molecular, é um ícone local, que…

via Cientistas recriam DNA de homem morto há 200 anos — EXAME

Anúncios

Comentários desativados.