DEMÊNCIA DIGITAL – A PERDA da CAPACIDADE de APRENDER. CBN – Ethevaldo Siqueira – Mundo Digital – ‘Demência digital’ preocupa pais e especialistas na Coreia do Sul

 

Demência Digital

‘Crianças e adolescentes chegam a passar dez horas por dia diante do computador. A expressão foi criada para identificar a deterioração das habilidades cognitivas.’

Fonte: CBN – Ethevaldo Siqueira – Mundo Digital – ‘Demência digital’ preocupa pais e especialistas na Coreia do Sul

Anúncios

ÉTICA. As Virtudes da Paciência e da Persistência. Uma história da tradição japonesa.

LIEBSTERBLOGAWARD MLD

A ARTE DA ESPADA

Fábulas Filosóficas – Michel Piquemal

¨Um jovem foi visitar um mestre de artes marciais e perguntou-lhe:

_ Mestre, de quanto tempo eu precisarei para aprender a arte da espada?

_ Dez anos, respondeu o mestre.

_ Tudo isso? Mas é tempo demais!!

_ Pensando melhor, vinte anos.

_ Nossa… é muito!

_ Talvez trinta…

Para quem tem pressa, é melhor não querer aprender nada direito.

Aprender requer PACIÊNCIA e PERSISTÊNCIA.

artesmarciaismilenares.com

artesmarciaismilenares.com

FILOSOFIA DA CIêNCIA. ‘Ar Viciado’ nas Salas de Aula. PENSANDO nas DESCOBERTAS e nos TESTES CIENTÍFICOS.

LIEBSTERBLOGAWARD MLD

O ar da sala de aula pode prejudicar a aprendizagem!

(Todos os direitos reservados a hypescience.com/)

circuito10.blogspot.com

 Aposto que nenhum aluno já usou o ar como desculpa para as más notas. Parece até brincadeira, mas, de acordo com uma nova pesquisa, o ar pode realmente prejudicar o aprendizado.

Como as salas de aula normalmente não são muito grandes para a quantidade de pessoas que abrigam, a qualidade do ar pode diminuir, e, como isso, os estudantes podem ter mais dificuldade de concentração.

Quando não há janelas suficientes para ventilar as salas de aula adequadamente, o ar exterior não entra, e assim o ar interno pode ter acúmulo de dióxido de carbono, ou CO2, que é liberado com a respiração das pessoas. Um novo estudo da Universidade de Budapeste de Tecnologia e Economia (Hungria) revelou que o CO2 pode ser mais prejudicial aos estudos do que pode parecer.

Geralmente afirma-se que a concentração normal de CO2 em uma sala é de 600 partes por milhão (ppm). A pesquisa mostrou que a partir de 3 mil ppm, as pessoas começam a ter muita dificuldade para se concentrar e realizar tarefas com precisão.

Falta de ventilação é prejudicial

Universitários voluntários participaram da nova pesquisa. Eles tiveram que desenvolver testes de lógica em ambientes com três diferentes concentrações de dióxido de carbono: 600, 1000 e 2500 ppm.

No ambiente com 1000 ppm de CO2, os universitários se saíram notavelmente pior nos testes do que quando estavam no local com 600 ppm. Na sala com a altíssima quantidade de 2500 ppm, os resultados foram desastrosos: o desempenho foi ainda pior.

Em várias construções, engenheiros e arquitetos consideram 1000 ppm de CO2 como um ponto de referência de boa ventilação. A realidade é que seria difícil manter o nível de dióxido de carbono baixo, como 600 ppm, na maioria das escolas. A razão disso é que não é possível manter as salas de aula vazias e sem muitas pessoas por várias horas no dia.

Se estudos futuros confirmarem todas essas descobertas, pode ser que as escolas repensem o modo como é feita a ventilação das salas de aula. Isso exigiria custos mais elevados para aquecer ou resfriar o ar, mas pode ser fundamental para manter as crianças em um ambiente mais saudável.

[Science News For Kids/Wseas]

http://hypescience.com/o-ar-da-sala-de-aula-pode-prejudicar-o-aprendizado/?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed%3A+feedburner%2Fxgpv+%28HypeScience%29

hsm.com.br