ÉTICA ANIMAL. ‘Crocodilo faz ‘cabo de guerra’ com a tromba de um elefante.’ Ainda bem que o elefantinho se safou!

Quando a violência é pela sobrevivência torna-se aceitável, mas é melhor quando tudo dá errado!

Um elefante conseguiu escapar das maxilas de um crocodilo esta semana no Parque Nacional de Liwonde, na República do Malawi, após ser pego totalmente de surpresa

Fonte: Crocodilo faz cabo de guerra com a tromba de um elefante

Anúncios

Não aceito esse ‘esporte’ tão brutal.

A sueca Lina Lansberg conseguiu neste sábado uma das vitórias mais dolorosas de sua carreira. Ela bateu a checa Lucie Pudilova por decisão unânime da arbitragem, pela categoria peso-pena, no UFC Fight Night em Londres, na Inglaterra. Mas deixou a octógono com o rosto desfigurado. Veja tambémEsporteUFC 212: Anderson Silva enfrentará Gastelum no Rio de Janeiroquery_builder…

via UFC Londres: sueca vence, mas sai desfigurada — VEJA.com

https://pt.wikipedia.org/wiki/Portal:MMA

Ética e Política. ¨Nos Xogos Olímpicos de Rio de Janeiro…¨. Helena Villar Janeiro

Nos Xogos Olímpicos de Rio de Janeiro –os xornalistas do deporte non dan pronunciado un nome tan difícil, porque non está en inglés- atletas e deportistas do mundo rememoraron aqueles Xogos da Grecia antiga en honra aos deuses maiores do Olimpo, que se celebraban cada catro anos. Olimpíada era esa unidade de tempo que mediaba…

via OS TERCEIROS OLIMPÍCOS — Tirar do fío

¨Do escrache ao rescate da lingua¨. Caderno da Crítica. Ramón Nicolás

Antropologia
Histórias, Tradições e Costumes Galegos. Galiza
Quanta luta para manter uma língua viva!

Caderno da crítica

Onte celebrouse unha sesión no Parlamento de Galicia onde, entre outros asuntos, a parlamentaria Ana Pontón defendeu unha moción que instaba ao goberno galego e cumprir a Lei de Normalización Lingüística nos centros de ensino.  Custoume atopar información sobre o acontecido agás escasasplataformasinformativas, polo que o tratamento recibido é indicio revelador do grao de interese que existe polo noso idioma e polo seu futuro. Porque de futuro se fala cando tan só se demanda o cumprimento dos contidos dunha lei  consensuada no seu día e que agora se ignora, conculca ou manipula.

       O falar non ten cancelas, pero non é este o caso pois sei que, nunha semana coma esta no que comeza o ensino primario e o secundario, a experiencia é compartida con centos de ensinantes deste país que recibimos esperanzados, cada curso escolar, novas fornadas de estudantado no ensino medio que, cada vez máis, chegan cargados de prexuízos…

Ver o post original 188 mais palavras